sexta-feira, abril 22, 2005

Cenas da vida conjugal

Ela - Amas-me?
Ele - Mais que tudo!
Ela - Mesmo sendo como sou?
Ele - É exactamente por seres como és que te amo!...

1 comentário:

Cris disse...

A vida ensinou-me que acabamos muitas vezes por amar mais os defeitos do que as qualidades... porque esse sentimento de imperfeição nos permite completar algo para além de nós... curioso, não? Jinhos :)